Buscar
  • Proseg Seguros

Procura por seguro funeral e para doenças graves dispara na pandemia

Número de sinistros também subiu



Teve muita gente que decidiu contratar seguros de vida durante a pandemia de Covid-19, é o que informa a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi). O mercado de seguros de avançou como um todo avançou 12,72% e atingiu 51 bilhões de reais em prêmios em 2021, mas o grande destaque foi o expressivo aumento na contratação de seguros funeral e para doenças graves. Foi investido 1,4 bilhão de reais somente nesse segmento, até então pouco explorado pelas pessoas. “Quem não tinha seguro antes da pandemia, passou a avaliar a contratação. Quem já tinha um produto mais simples e barato foi atrás de um upgrade diante dos riscos da pandemia”, diz Bernardo Castello, membro da comissão de produtos de risco da Fenaprevi.


A preocupação não foi à toa, afinal, o número de sinistros chegou a 17,6 bilhões de reais no ano, uma alta de 48% no ano frente a 2020, com a pandemia como grande impulsionadora desse número — segundo a entidade, cerca de 130 mil mortes por Covid-19 foram cobertas pelas seguradoras.


Para 2022,mesmo com inflação, o setor projeta continuar em expansão. A expectativa é registrar novamente um crescimento na casa dos dois dígitos. “Por mais que os sinistros tenham subido, a redução de custos por meio da adoção de novas tecnologias é significativa. Até cinco ou seis anos atrás todo o processo era feito em papel, e agora é tudo digital. Além disso, a entrada de novas empresas e de novos modelos de negócio para disputar o cliente são saudáveis para as companhias e para os consumidores”, avalia Castello. Tem seguradora que oferece até desconto para os vacinados contra a Covid-19. A Porto Seguro, por exemplo, concede 10% de desconto na contratação de seguros de vida para os vacinados com duas doses.


Fonte: Veja

2 visualizações0 comentário