Buscar
  • Proseg Seguros

Prédio é atingido por caixa d’água e reafirma importância do seguro


Foto: Reprodução/ G1 RJ


Na última quarta-feira (15), a Defesa Civil do Rio interditou o prédio atingido por uma caixa d’água tombou no Condomínio Leme II. De acordo com informações do G1 RJ, cerca de 30 apartamentos foram impactados pelo acidente, sendo que o bloco oito teve várias paredes danificadas. Pensando sobre a questão do seguro, o CQCS entrevistou o Diretor Comercial da WA Seguros, Caio Henrique Cones, para falar sobre a importância do seguro nessas situações. Confira:


De acordo com Caio Henrique, a princípio o seguro do condomínio não cobre esse tipo de dano. “Isso está ligado o projeto da caixa da água ou ao projeto de instalação, pois é necessário ter uma base de concreto forte para suportar o peso”.


Conforme o executivo, se foi a estrutura de concreto que rompeu entendo que os danos estarão ligados a responsabilidade civil do engenheiro que projetou e executou a obra, e aí podemos entender o amparo pela apólice de riscos de engenharia (se ainda vigente), ou apólice de responsabilidade civil E&O, do engenheiro/construtora responsável pela obra. Porém, se foi a Caixa da água que apresentou defeito a responsabilidade é do fabricante e nesse caso, entendo que a apólice de Responsabilidade Civil Geral e Produtos deva amparar os danos.


Para finalizar, Caio Henrique pontuou que o Seguro de Responsabilidade Civil tem sido muito mais difundido nos últimos anos mas a sua necessidade fica muito evidente nesse tipo de assunto pois além de proteger dos danos físicos no apartamento e também amparar as famílias enquanto desabrigados.


“É importante entender que nesse caso talvez seja necessário demolir uma parte da estrutura e reconstruí-la, pois pelas imagens temos que a torre foi completamente abalada e nesse caso a proteção as famílias que ali vivem é o primordial, sem contar que o seguro irá proteger os feridos e a se houvessem óbitos, os seus familiares pela falta de seus provedores”


A empresa responsável pelo empreendimento Direcional Engenharia informou que enviou equipes ao local e que a caixa d’água foi fabricada por uma empresa terceirizada. Disse ainda que a caixa vai passar por uma perícia técnica para identificar o que causou o problema.


Fonte: CQCS

0 visualização0 comentário