top of page
Buscar
  • Foto do escritorProseg Seguros

MAPFRE registra mais de 5.000 acionamentos de assistência no período do Carnaval

Companhia reforçou atendimento na época para atender alta demanda; atendimentos no Litoral Norte representaram 27% do total da região, formada por 206 cidades

Com a maior movimentação nas estradas por conta do feriado de Carnaval, houve também uma maior demanda por serviços de reboque, troca de pneus e baterias. Para atender esse público, a MAPFRE reforçou seus serviços durante duas semanas – com 281 prestadores em 206 cidades, o que representou 69% do volume de serviços totais no País. Como resultado, a companhia registrou 5.459 serviços de assistência realizados entre os 1º e 23 de fevereiro – sendo 61% de reboque, 26% SOS (carga de bateria, troca de pneu etc.) e 12% para demais serviços (táxi, chaveiro, reboque para caminhão etc.).

“Depois dos bons resultados que tivemos durante o final do ano, quando realizamos quase 10.000 serviços, voltamos a organizar as nossas atuações nas principais cidades do Brasil para oferecer o melhor serviço aos nossos segurados.”, conta Roberto De Antoni, diretor de Operações da MAPFRE. Além do maior número de prestadores, a companhia também aumentou a disponibilidade da própria frota e focou no atendimento eletrônico e em até 60 minutos – 87% dos serviços foram acionados dessa forma.

Atendimentos no Litoral Norte representaram 27% do volume no período

A companhia também registrou um aumento no volume de serviços na região do Litoral Norte, que sofreu com chuvas durante um período. Com quase 1000 atendimentos, a cidade de São Sebastião representou 27% do volume total. “Além do que já era previsto, adotamos um plano emergencial para a região, envolvendo as nossas áreas de Provedores, Contact Center, Sinistros e equipe da diretoria territorial para agilizar vistorias, regulação e indenizações, de forma contingencial. Também auxiliamos não clientes com prestação de serviços em situação de risco. Nos solidarizamos com a situação de calamidade pública que a região enfrentou e tentamos auxiliar da forma mais eficiente possível a população afetada.”, conclui De Antoni.


Fonte: CQCS


11 visualizações0 comentário
bottom of page