Buscar
  • Proseg Seguros

Icatu investe mais de R$ 360 milhões em inovação para 2022


Patrocinadora “Bronze” da quarta edição presencial do CQCS Insurtech & Innovation, o maior evento Latino Americano de Inovação em Seguros, que será realizado nos dias 25 e 26 de outubro deste ano, em São Paulo, a Icatu está investindo mais de R$ 360 milhões em iniciativas de tecnologia, transformação digital, inovação e experiência digital para 2022. Em entrevista ao CQCS, o CEO da companhia, Luciano Snel, afirmou que a meta da Icatu é diversificar cada vez mais os produtos, ofertas e serviços. “Trabalhamos para termos APIs cada vez mais consolidadas para o consumo dos parceiros, além de reforçar o papel consultivo do corretor, que está em contato direto com o cliente”, acrescentou o executivo.


Há ainda investimentos substanciais na formação dos Corretores para que continuem com confiança e excelência no atendimento aos clientes, um processo ininterrupto. “Temos desenvolvido ferramentas, aplicativos e canais que auxiliam a jornada do corretor, e que constantemente contam com atualizações. Além da oferta de cursos para capacitar cada vez mais o corretor no processo de venda”, acentuou.

Segundo o executivo, atualmente, 90% dos corretores brasileiros ainda não trabalham com vida e previdência, e a Icatu está preparada para recebê-los. “Temos uma gama de soluções que auxiliam o profissional no momento da venda, além do suporte comercial e relacionamento com regionais por todo o Brasil”, comentou.


Ele disse ainda que os investimentos realizados ao longo dos anos reforçam o compromisso da companhia com agilidade, flexibilidade, excelência de operação e humanização na oferta de serviços financeiros. “A Icatu utiliza o conceito de nuvem, virtualização, hiperconvergência e melhores práticas em desenvolvimento de infraestrutura, arquitetura de APIs, além de possuir uma moderna arquitetura de dados. A infraestrutura de tecnologia torna a companhia capaz de se adaptar ao negócio do parceiro de forma altamente personalizada e também de melhorar continuamente a jornada dos corretores”, frisou.


Ele listou ainda outros aperfeiçoamentos tecnológicos relevantes, como o desacoplamento de TI para os parceiros de Vida, que permite segregar os sistemas por contexto de negócio, uma estratégia essencial para atingir novos mercados digitais e a implementação de RPAs que foram responsáveis pela robotização de 27 processos e 56 subprocessos das linhas de negócios de Vida, Previdência e Capitalização. “Esses foram alguns dos destaques do ano passado, por exemplo”, ressaltou.

A companhia iniciou em 2018 um programa de reestruturação da área de Business Intelligence (BI) e modernização do parque tecnológico de dados. Esse movimento possibilitou a unificação e a gestão de dados do mercado, do negócio, dos processos e dos clientes (dentro e fora da companhia), para gerar novos negócios, fazer otimizações e antecipar cenários.


Além disso, a Icatu vem realizando investimentos relevantes para adequação ao Open Insurance. Tanto no que diz respeito aos processos tecnológicos para atender às exigências regulatórias, quanto em análises estratégicas, que visam a identificar as oportunidades de negócio que surgirão após a implementação do ecossistema. “Hoje, a Icatu possui mais de 50 pessoas envolvidas diretamente no projeto, além de contar com uma consultoria externa que apoia principalmente no desenvolvimento tecnológico e de segurança da informação, item que a Icatu considera primordial no escopo do projeto na companhia”, revelou Snel.


A equipe de tecnologia e experiência digital da Icatu é composta por 400 pessoas. Apenas em 2021, houve a contratação de aproximadamente 100 profissionais de TI, uma área de extrema importância para a Icatu, visto que a partir dessas novas tecnologias e ferramentas, a companhia consegue “evoluir diariamente com o negócio e estar cada vez mais próximos dos parceiros e clientes”.


Outros aportes importantes vêm sendo feitos em facilidades no processo de venda, tanto pré quanto pós-venda, avaliando toda a experiência do cliente. A Icatu tem uma operação de venda bem fluida e simplificada com algumas facilidades tecnológicas como assinatura eletrônica, pagamento seguro e online via cartão de crédito e nossa subscrição inteligente, que possibilita a aceitação em segundos.


Além disso, possui parcerias que englobam a maior parte do sistema financeiro do país, como bancos, fintechs, insurtechs, cooperativas e varejistas. Já há alguns anos, a companhia preparou o terreno para conseguir ter essa dinâmica com os parceiros, através de integrações com seu sistema de APIs. “A Icatu investiu muito em tecnologia, infraestrutura, arquitetura de sistemas e treinamentos internos, desde a área jurídica à comercial. Nosso portal de APIs, por exemplo, é utilizado por mais de 200 parceiros”, conclui Snel.


Fonte: CQCS

2 visualizações0 comentário