top of page
Buscar
  • Foto do escritorProseg Seguros

Cobertura do seguro garante remoção dos destroços de aeronaves

Especialista comenta sobre a cobertura para acidentes aéreos, que visa diminuir danos materiais e o prejuízo financeiro para operadores


Em um acidente aéreo, poucas pessoas sabem que o operador da aeronave também é responsável pela remoção dos destroços, que pode se tornar uma operação onerosa. Em uma queda de helicóptero, por exemplo, envolvendo uma aeronave que custa US$ 1,4 milhão, a remoção dos destroços chega a custar R$ 140 mil. Para evitar esse custo, a Vokan Seguros dispõe dessa cobertura em seu portfólio.


O seguro de aeronaves tem suas especificidades e, para obter a melhor garantia, é sempre bom contar com profissionais especializados. Segundo o CEO da corretora, Luiz Eduardo Moreira, a empresa já realizou remoção de destroços que chegaram a custar R$ 500 mil. “A contratação de um seguro aeronáutico é uma operação delicada e todos os riscos devem estar cobertos, incluindo perdas materiais, de passageiros e de terceiros.”


De acordo com Moreira, poucas pessoas se atentam à cláusula de remoção de destroços, tanto na contratação aeronáutica e marítima. “As pessoas vão dar atenção a este item quando a conta da remoção chega. É preciso dirimir quaisquer danos que possam trazer prejuízo material e às vidas. Na Vokan, trabalhamos para que nossos segurados tenham tranquilidade de cobertura para que todos os danos estejam cobertos.”


Para evitar surpresas, a especialização em aeronaves e embarcações é um diferencial no atendimento. Com corretores trabalhando exclusivamente com estas modalidades, o segurado tem à disposição um portfólio de produtos e soluções individualizadas. A corretora também é responsável pela regulação do sinistro, facilitando a burocracia e diminuindo os prazos para a resposta e pagamento.


bottom of page